As mudanças no corpo

  • Mamas: uma das mudanças mais perceptíveis acontece nas mamas. Há um aumento de tamanho e o mamilo (aréola) se torna mais escuro.

 O que fazer? Utilize sutiãs mais confortáveis, de alças e bases largas. Se possível tome banhos de sol diariamente, nunca entre as 10h00 e as 16h00. 

Pode surgir presença do colostro. Neste caso, não estimule o mamilo, pois esta ação pode induzir o trabalho de parto.

  • Pele: graças aos hormônios estimulados pela gravidez, a pele da mulher tende a ficar mais bonita. Porém podem surgir estrias e máscaras gravídicas (manchas). 

O que fazer? Neste caso, não exponha as manchas ao sol e utilize sempre um bom protetor solar (FPS 30 é suficiente). Evite o aumento excessivo de peso e utilize cremes ou óleos próprios para as estrias. Ingerir bastante líquido e adotar uma alimentação saudável também é muito útil. 

  • Sistema respiratório: o sistema digestivo vai apresentando mudanças conforme os meses de gestação. Por conta do aumento do abdome, podem surgir a congestão nasal e a falta de ar (a partir do 5º mês). 

O que fazer? Eleve a cabeceira da cama, procure deitar-se do lado esquerdo e faça uso de soro fisiológico, lavando as narinas com um pouco desse líquido com uma seringa sem a agulha.

  • Bexiga: dois motivos provocam mais idas ao banheiro durante a gestação: os rins fabricam mais urina para filtrar o volume extra de sangue do corpo e o fato do bebê ocupar mais espaço comprime a bexiga. Tudo isso é normal e natural. Mas a mulher tem que ficar atenta a qualquer sintoma de dor ao urinar. Ardência ou febre podem indicar infecção urinária.

O que fazer? Nunca segure a urina e evite o excesso de líquidos próximo à hora de dormir.

  • Sistema digestivo: com a gravidez ocorre um atraso na digestão dos alimentos o que geralmente provoca a prisão de ventre, azia ou queimação. Em algumas mulheres surge o sangramento na gengiva.

O que fazer? Para evitar as azias, não se deite após as refeições. Coma menores quantidades de alimentos mais vezes ao dia e evite alimentos ácidos, condimentados ou gordurosos. As náuseas e os vômitos podem ser controlados evitando a ingestão de sólidos e líquidos ao mesmo tempo. Mastigue bem os alimentos, faça uma alimentação matutina leve e, antes de se levantar, tente comer algum alimento seco, permanecendo na cama por mais 30 minutos. Caminhar e ingerir alimentos ricos em fibras ajuda nas flatulências e na prisão de ventre.

  • Útero: ao longo da gestação o útero pode chegar a ter um volume de 1.000 cm³ e ter o seu peso aumentado em até 20 vezes. Naturalmente, o tecido vai se adequando para deixar o bebê bem acomodado. 
  • Cabelos: o estrógeno será o grande responsável por deixar seus cabelos mais bonitos. Com a baixa produção de testosterona, os fios ficam fortes e brilhosos.

Informações e Dicas

Atenção!
Sucesso!